Mesmo que você seja novo no mercado das criptomoedas, suponho que você já tenha dado uma olhada em sites populares de monitoramento de cotação de criptomoedas, como o coinmarket cap ou similares. Esses sites exibem todos os tipos de informação sobre criptomoedas que estão sendo negociadas em vários mercados. Neste artigo, iremos cobrir todos os fundamentos desses sites e explicar as diversas métricas exibidas.

 

Lista de conteúdo

Fundamentos do mercado de criptomoedas

Primeiro, vamos aprimorar nosso vocabulário de cripto aprendendo alguns termos básicos. Se você já se perguntou como se determina o preço de uma criptomoeda em particular e de onde o termo “capitalização de mercado” ou “market cap” vem, então você veio ao lugar certo.

 

O que é capitalização de mercado e como ela é determinada?

Você provavelmente vai notar que as criptomoedas são ordenadas pela capitalização de mercado. O que isso significa?

Capitalização de mercado, ou market cap, é o jeito tradicional de classificar criptomoedas por sua participação no mercado. É calculada ao multiplicar a cotação atual com a oferta circulante (também oferta disponível). A equação é simples:

Capitalização de mercado = (Preço atual) * (número de moedas disponíveis)

Vamos imaginar o seguinte cenário. Digamos que você tenha criado uma nova moeda com uma oferta fixa de cem moedas, e digamos que as pessoas estão dispostas a pagar 0,50 euros por uma moeda. Neste caso, a quota de mercado da sua moeda é 50 euros. Se alguém compra a sua moeda por 1 euro, isso elevaria a capitalização de mercado para 100 euros.

Vamos usar o Bitcoin como exemplo. Sua cotação atual na época deste artigo é 3035 EUR, enquanto há 17.518.375 Bitcoins em circulação. Ao multiplicar esses valores, chegamos a uma participação de mercado de 53 bilhões de euros. 

A capitalização de mercado do Bitcoin = 3035 EUR * 17.518.375 = 53.168.268/125 EUR

A capitalização de mercado total de todas as criptomoedas atualmente está por volta de 100 bilhões de euros, e a participação do Bitcoin está por volta de 53% (pois possui uma capitalização de mercado, ou market cap, de 53 bilhões).

O Bitcoin tem sido dominante na participação de mercado por quase uma década desde sua implementação em 2008. O motivo é que havia poucas criptomoedas nesse período. O Bitcoin foi efetivamente a única moeda relevante no mundo das criptomoedas. Quando elas começaram a aparecer, a participação do Bitcoin no mercado naturalmente começou a cair, mas nunca saiu do primeiro lugar.

participação de mercado das criptomoedas

A participação de mercado das criptomoedas mais populares em porcentagem. É calculada pela divisão da capitalização de mercado da criptomoeda pela capitalização de mercado de todas as criptomoedas combinadas. Podemos ver que o Bitcoin ainda está no topo, mas sua quota diminuiu nos últimos anos devido ao boom de todo o mercado das cripto. Fonte da imagem: coinmarketcap.com.

 

Em janeiro de 2018, a participação no mercado do Bitcoin era de 32%, a menor em sua história. Isso ocorreu quando todo o mercado de criptomoeda estava disparando em altas históricas e projetos de ICO eram extremamente populares. Como resultado, era lógico que a participação do Bitcoin diminuiria. No meio de 2017, o Ethereum chegou a ameaçar o domínio do Bitcoin por um breve período, mas o Bitcoin gradualmente recuperou sua dominância. 

 

Como o preço de uma moeda digital é determinado?

Então como determinamos realmente a taxa de câmbio de diferentes moedas? A resposta é simples. O preço é determinado com base em diversos fatores, de vez em quando imprevisíveis, que acabam influenciando a demanda e a oferta do mercado.

Novamente, vamos usar o Bitcoin como exemplo. Raridade foi programada no sistema, pois existem apenas 17,5 milhões em circulação, enquanto a oferta final é estimada a acabar em 2140 com exatamente 21 milhões de moedas. É um número bem pequeno, especialmente em comparação com as moedas tradicionais. Um Bitcoin pode ser dividido em 8 decimais e sua menor unidade é informalmente chamada de satoshi. Isso equivale a centésima milionésima parte de um Bitcoin, ou 0.00000001 BTC.

O Bitcoin também tem certas características que o fazem bastante popular e às quais algumas pessoas atribuem certo valor. Entre outras coisas, é o primeiro sistema de pagamento realmente global e a primeira moeda digital que permite, ou pelo menos promete, um futuro melhor, especialmente para aqueles que não possuem acesso ao sistema bancário.

O que tenho em mente especificamente são pessoas de países em desenvolvimento ou países com moedas nacionais inflacionadas. As criptomoedas dão a elas a capacidade de participar tranquilamente do sistema financeiro global. Por outro lado, algumas pessoas vêem as criptomoedas como uma oportunidade para se libertarem de instituições centralizadas, enquanto outras vêem como uma oportunidade de investimento …

Todos esses elementos criam condições para determinar o preço com base na oferta e demanda.

Mas o preço pode mudar de forma bem rápida. Isso é chamado de instabilidade ou volatilidade. A capitalização de mercado (market cap) das criptomoedas ainda é relativamente pequena comparada a outras indústrias.

Veja os preços das nossas criptomoedas disponíveis. 

Bitcoin preço

Aqui podemos ver todos os dados básicos para o Bitcoin (BTC). O número mais proeminente é o preço (“cripto stock”). Os números coloridos embaixo indicam a mudança de preço no último dia, semana, e mês. Então, tem a capitalização de mercado (Mkt. Cap.), e o menor e mais alto preço das últimas 24 horas. “Vol. 24H” indica o volume de trade nas últimas 24 horas. A oferta mostra o número atual de moedas que já estão em circulação. No lado direito, você pode ver uma calculadora para a conversão entre Bitcoin e euros. 

 

O que é oferta disponível?

Acho que o termo é direto. É simplesmente o número total de moedas atualmente em circulação. Nós também poderíamos dizer que esse é o número de moedas no mercado, mas tecnicamente isso não é bem verdade. O número de moedas que estão realmente sendo negociadas é sempre menor do que o número total de moedas. Isso ocorre porque muitas pessoas deixam suas moedas em carteiras privadas, fazendo com que fiquem completamente distanciadas do mercado.

Muitas criptomoedas ainda não possuem todas as suas moedas em circulação. Na maioria dos casos, isso vai continuar por algum tempo, grande parte devido aos mecanismos de mineração. A emissão de criptomoedas é dividida em três categorias básicas.

1. Oferta fixa

A primeira categoria inclui criptomoedas que têm uma oferta fixa e completa de moedas disponíveis desde que elas foram lançadas (às vezes chamado de “pré-mineração” (premine), que significa que elas foram mineradas com atecedência). Essa categoria inclui criptomoedas com uma oferta final definida planejada, onde as moedas são periodicamente lançadas no mercado por uma variedade de métodos diferentes. O Bitcoin faz isso através da mineração, enquanto outras criptomoedas, como o Ripple (XRP), lançam moedas periodicamente.

 

2. Mineração

A segunda categoria inclui as criptomoedas mais conhecidas que são aquelas onde a oferta é controlada pelo processo de mineração. Existem diversas maneiras diferentes para emitir moedas através do processo de mineração. Algumas criptomoedas gradualmente aumentam sua oferta com o passar do tempo, mas a oferta é limitada. Esse é o caso do Bitcoin (BTC). Outras criptomoedas mineradas possuem uma oferta teoricamente infinita, mas a emissão de novas moedas é projetada para desacelerar com o tempo. Um exemplo de tal criptomoeda é o Ethereum (ETH), mas — devido a desenvolvimentos — isso ainda pode ser mudado.

Leia mais no nosso artigo sobre mineração de criptomoedas.

 

3. Oferta ilimitada

A terceira categoria inclui criptomoedas com uma oferta ilimitada. Elas são parecidas com a moeda fiduciária comum porque cria inflação. Isso não é necessariamente uma característica negativa, mas vamos deixar esse assunto para outra hora, pois é um debate econômico complexo. Um exemplo desse tipo de criptomoeda é o Dogecoin (DOGE).

Alguns sites de comparação de cripto também mostram uma capitalização de mercado teórica de uma criptomoeda se todas as moedas já estivessem em circulação. Essa métrica é, de certo modo, engonosa porque as dinâmicas de oferta e demanda seriam completamente diferentes em tal cenário.

Entretanto, pode ser uma ferramenta especulativa interessante. Por exemplo, mencionamos que o Bitcoin sempre foi dominante de acordo com a capitalização de mercado das criptomoedas, mas a capitalização de mercado teórica do XRP foi brevemente soberana em janeiro de 2018.

 

Outras medidas padrão

Vamos dar uma olhada em alguns outros indicadores que você pode ver em sites de capitalização de mercado (market cap).

 

Volume

O volume exibe a quantia total de criptomoedas que foram negociadas durante as últimas 24 horas. Em outras palavras, é o volume combinado de compras e vendas em um mercado particular em uma medida de tempo definida. Pode ser a soma de mercados múltiplos.

Criptomoedas com uma maior participação de mercado costumam ter um volume maior de trade, fazendo delas investimentos mais seguros, pelo menos em teoria. Isso ocorre porque elas têm liquidez maior e é mais difícil de mover o preço para cima ou para baixo.

bitcoin grafico

Este gráfico mostra a mudança de preço do Bitcoin em um tempo definido. Neste caso, estamos vendo o preço do Bitcoin no último mês. Você pode escolher entre seis tempos pré-determinados (dia, semana, mês, 3 meses, 1 ano, histórico). Você também pode definir qualquer período desejado com o cursor. As colunas verdes na parte de baixo do gráfico mostram o volume diário.

 

Mudança

Isso é a mudança no preço de uma criptomoeda dentro de um período de tempo determinado (ex., uma hora, um dia, uma semana etc.). Geralmente, é exibido como porcentagem.

Por exemplo, se o preço cai de 100 EUR para 50 EUR na última semana, então a mudança será exibida como -50%.

A maioria dos gráficos irá mostrar uma mudança na última hora ou dia, mas também é útil verificar outros períodos de tempo.

Qual período de tempo você vai focar vai depender primeiramente dos seus interesses. Traders experientes estão geralmente interessados em períodos curtos, enquanto investores experientes costumam se interessar mais em períodos de tempo a longo prazo.

 

Preços de moeda diferentes em plataformas diferentes

Você deve ter notado que a cotação das criptomoedas pode mudar entre diferentes corretoras (exchanges) e plataformas de trading. Por que isso acontece?

Você pode imaginar cada plataforma de trading como sua própria ilha separada com sua própria oferta e demanda que por fim determina o preço de cada criptomoeda. Elas possuem um livro de ordens e o preço é representado como o valor da moeda no mercado. O preço é determinado no ponto de encontro das ordens de compra e venda. Algumas pessoas possuem ordens de compra/venda a preços mais baixos, e outras possuem a preços mais altos.

Os preços exibidos nos sites de comparação de criptomoedas são uma média de diversos mercados diferentes, então eles não devem ser levados como valor nominal.

Descubra mais no nosso artigo sobre diferentes tipos de corretoras.

 

Conclusão

Esperamos que este artigo tenha explicado melhor as informações que mais são exibidas em diversos sites de criptomoedas. Lembre-se que a Kriptomat fornece um panorama de toda a informação necessária para todas as criptomoedas suportadas. 

Se você tem qualquer pergunta, ficaremos felizes em respondê-la na seção de comentários abaixo!